VILA CULTURAL E SHOW PARA OS BOTOS PESCADORES DE LAGUNA, DURANTE A PRIMEIRA ETAPA DO CIRCUITO THE LEGENDS VIDA MARINHA 2019

Durante a grande competição dos dias 25 e 26 de maio entre os Legends do surfe brasileiro, a Prefeitura Municipal de Laguna e a organização do evento irão aproveitar a oportunidade como ferramenta para a conscientização da sociedade perante a necessidade de preservação do Boto Pescador de Laguna e da tradição da Pesca Colaborativa da tainha.

VILA CULTURAL

No dia 25/05 (sábado) será instalada uma Vila Cultural anexada à estrutura do evento, onde a partir das 14hs instituições como a Secretaria de Turismo, a Fundação Lagunense de Cultura, Fundação Lagunense de Meio Ambiente, a Secretaria de Agricultura e Pesca de Laguna, a UDESC (Universidade do Estado de Santa Catarina) e o Instituto Boto Flipper, utilizarão a estrutura para doação mudas de árvores nativas e oferecerão atividades de educação ambiental/patrimonial em comemoração ao Dia do Boto Pescador de Laguna, que faz parte da Cultura lagunense.

MUTIRÃO DE LIMPEZA

No domingo (26/05), as 09:00 da manhã, a  ONG Eco Local Brasil ministrará uma palestra sobre o processo de transformação de Resíduos em Produtos, e em seguida encabeçarão uma ação de limpeza de praia na área de ocorrência da Pesca Cooperativa com os Botos (ao lado do evento).

Além das instituições já presentes, o Programa Protetor Ambiental (da Polícia Ambiental), a Marinha do Brasil (Capitania dos Portos de Laguna), os Bombeiros Militares de Laguna e a Associação de Surf de Laguna (ASL) auxiliarão na ação.

Todos os resíduos gerados pelo evento e recolhidos no mutirão de limpeza serão analisados e destinados à empresa Carbo Brasil, que transforma 100% do material em produtos (vasos, tijolos, placas, móveis, potes, etc.).

A IMPORTÂNCIA DOS BOTOS PARA LAGUNA         

A proteção dos Botos Pescadores e da Pesca Cooperativa sempre foi uma causa defendida pelos surfistas locais e pela ASL, que convivem harmonicamente e dividem as suas ondas com eles no Canto dos Molhes.

Para o Presidente do Instituto Ambiental Boto Flipper, Arnaldo Russo: “Os Botos pescadores são Patrimônio Natural da Cidade de Laguna e cunharam a Capital Nacional do Boto Pescador. A Pesca Cooperativa foi reconhecida como Patrimônio Cultural do Estado de Santa Catarina, pela importância cultural estabelecida nos saberes dos pescadores e da transmissão social”.

O Professor Arnaldo segue explicando que “os Botos têm extrema importância para os ecossistemas naturais, por serem organismos topo das teias alimentares. Por essa condição apresentam também problemas de saúde que são consequências do ambiente onde vivem. A poluição das águas contribui para a debilidade de seu metabolismo e dessa forma acabam ocasionando doenças, principalmente as de pele. A população dos Botos pescadores é extremamente limitada, é somente uma parte deles realiza a cooperação com os pescadores artesanais”.

“Apesar de toda importância e reconhecimento, os Botos estão criticamente ameaçados pela pesca predatória com redes de emalhe, em regiões do Rio Tubarão. Com a situação de um emalhe os Botos não conseguem respirar e morrem afogados. Para minimizar essas problemáticas é que os esforços para a conservação e educação ambiental devem ocorrer de forma prioritária para garantir que a fiscalização seja cada vez mais eficiente”, finaliza o Professor.

SHOW MUSICAL

Logo após o término da competição no sábado (17:30), o trio FORRÓ DE SOLA e a banda RECOICE (Surf Music, Rock`n roll, Punk, etc) irão fazer um som ao lado da estrutura do evento, em homenagem aos Legends e ao Boto Pescador.

A Banda Recoice é constituída de renomados surfistas, inclusive o atleta competidor lagunense Rafael Becker. Já no Trio Forró de Sola participa o Prof. Arnaldo.

PARCEIROS

Patrocínio: Vida Marinha. Apresentação: Corona. Copatrocínio: Banana Wax; Kbral Auto Center; Prefeitura Municipal de Laguna. Apoio: Hotel e Restaurante Atlântico Sul; Hotel Renascença; Hotel Mar Grosso; Studio Zero Agência de Marketing; Restaurante Pardal’s; Restaurante El Chicano; Bombeiros de Laguna; Secretaria Municipal de Turismo; Fundação Lagunense de Cultura; Fundação Lagunense de Meio Ambiente. Ações Ambientais, Culturais e Sociais: Meu Copo Eco; UDESC (Universidade do Extremo Sul Catarinense); LABZOO (Laboratório de Zoologia); Instituto Ambiental Boto Flipper; ONG Eco Local Brasil; Carbo Brasil; Polícia Ambiental de Laguna; Marinha do Brasil; Bombeiros de Laguna; Secretarias e Fundações Municipais de Laguna; Trio Forró de Sola; banda Recoice. Produção: Swell Eventos; Match Sports.Realização: ASL; ASTFSM. Supervisão: FECASURF; ABRASP.

Fotos: Elvis Palma

SAIBA MAIS SOBRE O BOTO PESCADOR

O título de Capital Nacional dos Botos Pescadores é dado a Laguna, por ser o único lugar no Brasil onde acontece a pesca com auxílio dos botos (Pesca Cooperativa).

A população residente de botos em Laguna é de aproximadamente 50 indivíduos (porém somente a metade coopera com a pesca), que vivem nas águas salobras da Lagoa Santo Antônio. O nome científico da espécie é Tursiops truncatus, e um dos nomes populares mais conhecidos é “Nariz-de-Garrafa“.

Esta população de botos não interage e não se reproduz com outras espécies, mantendo relações somente entre o próprio grupo. Por isso é uma população com características específicas.

O site da Prefeitura Municipal de Laguna explica como funciona a pesca: “Os pescadores preparam suas tarrafas (uma espécie de rede circular, de mais ou menos 3 metros de diâmetro) e colocam-se à beira do canal, a pé ou de canoa, dependendo da maré. Ao perceber a presença dos humanos, os golfinhos passam a cercar os cardumes, que entram e saem da Lagoa, sobretudo as tainhas, e os afugentam na direção dos pescadores. Ao sinal do boto, o pescador sabe a hora de lançar a rede. Ambos se beneficiam da Pesca Cooperativa, pois os peixes que não entram na rede são garantia certa de comida para os botos”.

Foi criada uma plataforma com intuito de transversalizar a diversidade disciplinar que envolve os Botos Pescadores, como pesquisas, educação ambiental, educação patrimonial, biblioteca virtual, articulações com políticas públicas, etc, além de interfaces tecnológicas e artísticas. Saiba mais em: www.pescacombotos.art.br . O site ainda oferece um link pra denúncias, com filtro e orientações sobre pra qual órgão específico denunciar: www.pescacombotos.art.br/denuncias .

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.