OS FANTASMAS DE SAN GALLAN.

Por: Kiko Bungus

A Algum tempo contei a história de nossa primeira ida a San Gallan (leia aqui), quando desafortunadamente esqueci minha roupa de borracha no carro lá no porto e quase morri de frio pra surfar alguns minutos naquelas águas geladas.


Pois bem, depois dessa presepada nunca mais voltei lá pra surfar apenas 1 dia ou algumas horas, já que o pico ficava a umas 3 horas pro sul de Lima e mais 1 hora de barco até a ilha, ou seja, muito trabalho pra apenas uma seção de surf.

Sendo assim optamos por sempre esperar um swell realmente consistente de sul (quando Pico Alto marcava 18′ com séries maiores por mais de 2 dias) e íamos pra San Gallan acampar atrás do morro da praia, onde havia abrigo do vento constante.

OS FANTASMAS DE SAN GALLAN.
OS FANTASMAS DE SAN GALLAN.

Tínhamos que levar muita água e comida, pois os barqueiros nos levavam e só viriam nos buscar no dia e hora marcados, e se o tempo ajudasse, pois se o mar ficasse muito bravo eles não conseguiriam nos resgatar, então as provisões tinham que ser com folga.


Comida enlatada ou empacotada e com bastante prazo na validade eram garantia de vida ou morte, já que problemas digestivo sempre foram comuns no Peru. Água e comida eram racionados e banho só de mar, afinal tínhamos que levar barraca e tudo mais.

As regras eram cada 1 em sua barraca pra evitar conflitos por problemas gastro intestinais gasosos alheios e tudo que levávamos teria que voltar, pra não ficar nenhum lixo na ilha.

OS FANTASMAS DE SAN GALLAN.
OS FANTASMAS DE SAN GALLAN.

Em cada refeição ou dia uma pessoa ou grupo ficava na função de recolher a lenha na beira da praia pro fogo, que deveria ficar sempre aceso pra esquentar a galera depois do surf e a água pro chimarrão com folha de coca, que nos deixava aquecidos e dispostos pro próximo surf antes de anoitecer.


Estar exausto era pré condição pra conseguir dormir mesmo com o barulho do vento soprando forte, dos urros altos dos Lobos e Leões Marinhos, assim como dos Pinguins nas colônias próximas. Era uma sinfonia infernal! Mas se tivesse muito difícil dormir apelávamos pra garrafa de pisco.


Os dias se resumiam a longas seções de surf na hora da maré enchendo ou baixando, quando as condições estavam ideais, com ondas longas e tubulares. A galera mal se encontrava na água pra conversar e só nos víamos passando nas ondas. Depois descanso na praia de pedras com muita fruta seca e água até estarmos animados pra subir a colina antes do sol escaldante torrar nossas cabeças.

OS FANTASMAS DE SAN GALLAN.
OS FANTASMAS DE SAN GALLAN.

Não havia vegetação alguma na ilha, que parecia um deserto fantasma com o vento assobiando o tempo todo e os berros e grunhidos dos animais nos remetendo a uma seção de tortura ou filme de terror. Talvez por isso ter pesadelos lá era comum.


Pra quem não sabe, as Islas Ballestas são um refúgio da vida marinha e uma reserva biológica protegida, por isso logo que as autoridades ficaram sabendo que alguns forasteiros acampavam lá essa atividade ficou proibida, e mais ainda assim que algum tempo depois se descobriu dezenas de Leões Marinhos mortos e com os testículos arrancados. Se imaginou que fosse coisa de pesqueiros chineses ou coisa parecida.


Desde então não voltei mais lá, mas imagino que tudo esteja exatamente igual, exatamente como deveria ser.

DICA DE LEITURA IN PARADISE

IN PARADISE LOJA

🌴Acesse: http://inparadise.com.br
🌴Entre pro nosso Grupo de Boletim das Ondas do Telegram: https://t.me/inparadisesurfgrupo
🌴Canal Telegram: https://t.me/inparadise
🌴Siga-nos no Instagram: https://www.instagram.com/inparadise_site/
🌴Facebook: https://www.facebook.com/siteinparadise/
🌴Twitter: https://twitter.com/SiteInParadise
🌴Pinterest: https://br.pinterest.com/inparadisebr/

🌴You Tube: https://www.youtube.com/Siteinparadise

BAIXE NOSSO APP E FIQUE LIGADO EM TUDO QUE ACONTECE POR AQUI!

Confira mais promoções no In Paradise! Clique aqui!
IN PARADISE RADIO! OUÇA SEM MODERAÇÃO! CLIQUE AQUI!

In Paradise é um site de variedades e estilo de vida, voltado aos esportes, cultura e meio ambiente. Desde sua fundação em Abril de 2013, vem conquistando novos internautas apaixonados por esse nicho a cada dia. Esses internautas são homens e mulheres espalhados pelo mundo, que gostam de estar sempre antenados nas novidades e de experimentar coisas novas e divertidas.

Somos apaixonados por esportes, cultura, meio ambiente, moda, designer, fotografia, gastronomia e tudo que existe por ai de mais criativo.

Além disso, o In Paradise tem um layout amigável e integrado com as principais redes sociais interativas. O site se conecta com seus leitores por meio de um editorial relevante e original, construindo uma relação fiel de parceria com seu público.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.