O RESGATE DO SOLDADO PERUANO = SURF TRIP EM BALI

O RESGATE DO SOLDADO PERUANO = SURF TRIP EM BALI

POR: KIKO BUNGUS

A bancada de Padang Padang em Bali em condições especiais se torna uma verdadeira armadilha mortal, porque é como o tampo de uma mesa escondendo uma grande caverna por baixo.
 
Quando o mar tá grande, com ondas quebrando por fora da bancada, se o surfista vaquear, pode ser levado pro fundo e acabar debaixo da bancada, dentro dessa caverna, numa situação que exige muito sangue frio e experiência pra sair de lá ileso.
 
Ali pelo ano 2000 o line up de Padang era dominado por estrangeiros e não por blis (nativos de Bali) como hoje, e tinham surfistas de todas as partes do mundo por lá quando o mar quebrava bom.
O RESGATE DO SOLDADO PERUANO = SURF TRIP EM BALI
O RESGATE DO SOLDADO PERUANO = SURF TRIP EM BALI
Nessa manhã em especial o mar acordou cabuloso, com ondas de 12′ e algumas maiores, fazendo com que o canal entre Padang e Impossible as vezes se fechasse como poucas vezes vi.
 
Mar de responsa total e como eu sei de minhas limitações me contentei em ficar no cliff em frente ao pico, só admirando o espetáculo e tirando fotos da galera.
 
Mesmo com esse mar desafiador haviam muitos surfistas na água, principalmente havaianos, australianos e alguns brasileiros e peruanos.
 
Numa condição assim normalmente o feeling na água deixa de ser de disputa e se torna mais camarada, com um cuidando do outro, porque as vidas estão em jogo.
 
Num determinado momento apontou uma grande série no horizonte, com mais de 10 ondas, como de costume quando o swell entra forte por lá, todos remaram mais pra fora e quem estava mais pra baixo viu que teria que se jogar nas primeiras pra não levar as últimas e maiores na cabeça.
 
Foi então que na 3ª ou 4ª onda vi um surfista grandão dropar uma bomba já meio no crítico, conseguir fazer o boton no limite, mas a onda correu, ele não teve como se encaixar na parede e levou a massa d’água nas costas.
 
Como vi tudo temi por ele porque sabia que ele estava no lugar errado na hora errada. Outros que como eu observaram aquele momento também ficaram preocupados e atentos.
O RESGATE DO SOLDADO PERUANO = SURF TRIP EM BALI
O RESGATE DO SOLDADO PERUANO = SURF TRIP EM BALI
 
Ficamos vendo se ele apontava no espumeiro mas nada, e vinha uma onda maior atrás de outra quebrando sem parar.
 
Quando passaram 3 ou 4 ondas depois da vaca dele e ele não apareceu, começamos a sinalizar pros salva vidas da praia que tinha algo muito errado no mar, mas eles pareciam não entender a gravidade da situação e muito lentos ainda procurando do ponto de observação deles algum movimento. Foi então que nós no cliff resolvemos tentar ajudar.
 
Deixei minha máquina com a namorada de um amigo e fui com mais 2 camaradas pra borda do cliff de onde nos jogamos no mar.
 
Nessa hora já avisamos outros surfistas que também tinham se tocado do que tinha acontecido e estavam com as pranchas seguindo pra onde ele deveria estar.
 
Estávamos na bancada tentando orientar os surfistas na água quando finalmente vimos alguém segurando o cara já bem exaurido e todo lanhado.
 
Ele mal conseguia ficar em pé.
 
Nesse momento apareceram outros pra ajudar já que ele tinha quase 2 metros e certamente mais de 100 kg.
 
Então vi que um dos que ajudavam ele era o
Kxot e o outro acho que era Rodrigo Digone, com mais alguns.
 
A situação era tensa, com o peruano soltando espuma, tossindo, chorando e mal conseguia se segurar em pé.
 
Foi só quando finalmente ele chegou perto da praia que os salva vidas apareceram pra dar um socorro mais efetivo.
 
O peruano tava profundamente abalado e não parava de tossir e chorar e era triste ver um cara daquele tamanho naquela situação, sangrando e todo rasgado.
 
Fiquei feliz de ter tido a sensatez de não surfar aquele mar e me colocar talvez numa situação de vida ou morte daquelas, e fiquei mais feliz ainda de ter podido ajudar.
 
Deixamos ele aos cuidados dos salva vidas, voltei pro cliff pra pegar minha máquina e seguir pra pousada pra descansar e tratar os pés com alguns cortes e pontas de ouriço por ter ficado andando na bancada.
 
Algumas horas mais tarde estávamos reunidos no restaurante do Padang Padang inn falando sobre o dia quando chegou o peruano com mais alguns camaradas.
 
Ele abraçou calorosamente o Kxa e o Digones chorando e agradecendo muito, e dava pena ver como ele ficou todo ferido pelo coral dos pés a cabeça. Ele mais uma vez agradeceu a todos e convidou a galera pra um barbecue em homenagem a raça.
 
Lembro que foi uma das festas mais memoráveis que participei lá, indo até a manhã seguinte.
 
São daqueles momentos que fazem a gente refletir sobre a vida e pensar o que realmente vale a pena.
 
 

DICA DE LEITURA IN PARADISE

IN PARADISE LOJA

🌴Acesse: https://inparadise.com.br/

🌴Entre pro nosso Grupo de Boletim das Ondas do Telegram: https://t.me/inparadisesurfgrupo

🌴Canal Telegram: https://t.me/inparadise

🌴Siga-nos no Instagram: https://www.instagram.com/inparadise_site/

🌴Facebook: https://www.facebook.com/siteinparadise/

🌴Twitter: https://twitter.com/SiteInParadise

🌴Pinterest: https://br.pinterest.com/inparadisebr/

🌴You Tube: https://www.youtube.com/Siteinparadise

BAIXE NOSSO APP E FIQUE LIGADO EM TUDO QUE ACONTECE POR AQUI!

Confira mais promoções no In Paradise! Clique aqui!

IN PARADISE RADIO! OUÇA SEM MODERAÇÃO! CLIQUE AQUI!

In Paradise é um site de variedades e estilo de vida, voltado aos esportes, cultura e meio ambiente.

Desde sua fundação em Abril de 2013, vem conquistando novos internautas apaixonados por esse nicho a cada dia.

Esses internautas são homens e mulheres espalhados pelo mundo, que gostam de estar sempre antenados nas novidades e de experimentar coisas novas e divertidas.

Somos apaixonados por esportes, cultura, meio ambiente, moda, designer, fotografia, gastronomia e tudo que existe por ai de mais criativo.

Além disso, o In Paradise tem um layout amigável e integrado com as principais redes sociais interativas.

O site se conecta com seus leitores por meio de um editorial relevante e original, construindo uma relação fiel de parceria com seu público.

Deixe seu comentário!

Comentários

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.