A DURA SINISTRA E A RECOMPENSA – SURF TRIP EM PUNTA CONEJO

A DURA SINISTRA E A RECOMPENSA – SURF TRIP EM PUNTA CONEJO

POR: KIKO BUNGUS

Estávamos eu, o Adriano Estácio Ferrugem, o irmão dele Armando Estácio Juninho, o Zapa e o Marcelinho da Luz, a 1 dia em Salina Cruz,

No aguardo da chegada de um swell que vinha na sequência da passagem de mais um furacão pela região, então o tempo andava um tanto instável e chuvoso.

No dia anterior tínhamos pego Escolleras meio passada e uma Punta Conejo quase boa.

Então as perspectivas eram bem animadoras e a galera correu pro carro do nosso guia Fito Surf Guide assim que ele chegou.

A DURA SINISTRA E A RECOMPENSA - SURF TRIP EM PUNTA CONEJO
A DURA SINISTRA E A RECOMPENSA - SURF TRIP EM PUNTA CONEJO

A primeira queda do dia sempre é aquela mais aguardada e a adrenalina tava na estratosfera.

Esperávamos o Fito arrumar as pranchas e sairmos e lembro que alguém começou a contar moedinhas.

Quando pelo outro lado da avenida passou um carro de patrulha das inúmeras forças militares.

Que fazem rondas frequentes pelas ruas das cidades lá no México, como forma de tentar conter os crimes do narcotráfico.

Fito reparou que eles passaram com olhar muito desconfiado pra nossa barca e alertou que quem tivesse algo ilegal seria melhor se desfazer antes de seguirmos viagem.

Ele já tava bem acostumado com aquela situação e sabia entender os sinais.

A DURA SINISTRA E A RECOMPENSA - SURF TRIP EM PUNTA CONEJO
A DURA SINISTRA E A RECOMPENSA - SURF TRIP EM PUNTA CONEJO

Estávamos todos relaxados porque ninguém tinha nada de muito preocupante, nosso foco era ver logo o mar e nem nos importamos com a polícia.

Ele seguiu bem ressabiado mas tocamos a barca.

E foi então que ao sairmos do burburinho do centro e chegarmos em um cruzamento mais a frente fomos interceptados abruptamente por 4 veículos de 3 forças de segurança especiais.

Com aquelas caminhonetes típicas repletas de militares fardados, encapuzados, portando armamento pesado e sempre com uma grande metralhadora ponto 50 apontada pro alvo.

O Fito falou pra ficarmos em silêncio que ele falaria com os militares e resolveria a situação.

Mas ele mal abriu a janela já foi orientado a sair, encostar de frente pro carro com as mãos na lataria e as pernas abertas.

Assim como mandaram que todos nós também saíssemos e ficássemos quietos com as mãos no capô.

A DURA SINISTRA E A RECOMPENSA - SURF TRIP EM PUNTA CONEJO
A DURA SINISTRA E A RECOMPENSA - SURF TRIP EM PUNTA CONEJO

O cagaço foi grande, os militares eram rudes tanto com o Fito quanto com a gente, embora só tenham tocado e revistado o Fito.


Enquanto alguns interrogavam ele outros militares vasculhavam o carro atrás de qualquer vestígio de drogas.

Bem tensa a situação!

A gente se olhava esperando que nenhuma surpresa desagradável acontecesse.

Dava quase pra ouvir a galera rezando e os corações batendo!


Era meio constrangedor estar em um cruzamento movimentado cercados por todos os lados por carros da polícia e militares carrancudos.

As pessoas nos olhavam como se fôssemos criminosos perigosos e eu me sentia como num filme de ação hollywoodiano.


Depois de alguns minutos de muita tensão, procura, conversa e pressão psicológica os militares desolados nos deixaram ir embora.


Entramos no carro e partimos aliviados, felizes e comemorando naquela algazarra típica de gurizada que ganhou na pelada.

A DURA SINISTRA E A RECOMPENSA - SURF TRIP EM PUNTA CONEJO
A DURA SINISTRA E A RECOMPENSA - SURF TRIP EM PUNTA CONEJO

Depois de passarmos pelo túnel da entrada da cidade e vermos o mar ao longe lá em Punta Conejo, com um espumeiro batendo forte no costão.

Fomos dominados pela empolgação de ter certeza que pegaríamos um mar clássico em Punta Conejo.

Chegando em Punta Conejo o visual era indescritível e inacreditável, num dos melhores mares que já vi e peguei na minha vida.

Eram linhas intermináveis de direitas longas e perfeitas com 3′ a 5′, tubulares e manobráveis, com aquele leve terral deixando a textura dos sonhos.

O melhor de tudo, sem nenhum crowd em Punta Conejo.

Era só nós da barca na água, naquele ambiente de camaradagem que faz toda uma viagem valer a pena, mesmo com seus habituais perrengues.

A raça fez a cabeça até a exaustão.

Mar de Punta Conejo épico daqueles inesquecíveis.

Bem como a lembrança daquela dura que tenho certeza que foi a mais sinistra que qualquer um de nós já levou.

DICA DE LEITURA IN PARADISE

IN PARADISE LOJA

🌴Acesse: http://inparadise.com.br

🌴Entre pro nosso Grupo de Boletim das Ondas do Telegram: https://t.me/inparadisesurfgrupo

🌴Canal Telegram: https://t.me/inparadise

🌴Siga-nos no Instagram: https://www.instagram.com/inparadise_site/

🌴Facebook: https://www.facebook.com/siteinparadise/

🌴Twitter: https://twitter.com/SiteInParadise

🌴Pinterest: https://br.pinterest.com/inparadisebr/

🌴You Tube: https://www.youtube.com/Siteinparadise

BAIXE NOSSO APP E FIQUE LIGADO EM TUDO QUE ACONTECE POR AQUI!

Confira mais promoções no In Paradise! Clique aqui!

IN PARADISE RADIO! OUÇA SEM MODERAÇÃO! CLIQUE AQUI!

In Paradise é um site de variedades e estilo de vida, voltado aos esportes, cultura e meio ambiente.

Desde sua fundação em Abril de 2013, vem conquistando novos internautas apaixonados por esse nicho a cada dia.

Esses internautas são homens e mulheres espalhados pelo mundo, que gostam de estar sempre antenados nas novidades e de experimentar coisas novas e divertidas.

Somos apaixonados por esportes, cultura, meio ambiente, moda, designer, fotografia, gastronomia e tudo que existe por ai de mais criativo.

Além disso, o In Paradise tem um layout amigável e integrado com as principais redes sociais interativas.

O site se conecta com seus leitores por meio de um editorial relevante e original, construindo uma relação fiel de parceria com seu público.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.